Iniciamos março, as férias terminam e o ano recomeça.
 
Os cabelos precisam de cuidado durante todo o ano, mas é no verão que os fios precisam de mais atenção. Depois da estação, os cabelos secos costumam ficar ressecados, quebradiços e com frizz pela grande exposição ao sol, mar, ao cloro da piscina e o excesso de lavagem também prejudicam o couro cabeludo ao ponto de poder resultar em uma descamação. Os oleosos sofreram com o excesso de oleosidade e suor que o calor provocou, propiciando o desenvolvimento de fungos.
 
Em função destes agentes externos, o couro cabeludo sofre mais e os folículos pilosos ficam obstruidos gerando uma queda dos fios que conforme a quantidade depende de tratamento.
 
É importante também tratar de acordo com cada tipo de cabelo.

As unhas para as mulheres são objetos de adorno. Cuidar bem das unhas faz parte do ritual de beleza de qualquer mulher. Além de uma questão de estética, se não forem bem cuidadas podem apresentar problemas e afetar a saúde. Hoje também entram nos cuidados masculinos.
 
É muito frequente a queixa de unhas fracas, que se quebram com facilidade, descama e/ou enrosca nas roupas. Existe muita desinformação sobre o assunto.
 
As nossas unhas são formadas por uma proteína chamada queratina. A consistência delas é resultado de reações químicas que ocorrem naturalmente na estrutura dessa proteína. Funciona como uma cola, que junta essas fibras de queratina, deixando a unha com a consistência que conhecemos.
 
Ter as unhas fracas, ressecadas e quebradiças é um problema bastante incômodo e que pode ter diversas causasimportantes, como anemia, má circulação, baixa imunidade ou até mesmo doenças como hipotireoidismo e hipertireoidismo.

 
Verão chegando, calor aumentando, e lá vamos nós atrás de um filtro solar para nos proteger. Cultura um tanto quanto errada, pois devemos nos proteger da radiação solar o ano todo. Este é um assunto muito longo, mas vamos tentar explicar os pontos mais importantes.
 
Primeiramente falaremos das duas radiações solares mais importantes das quais devemos nos proteger, UVB e UVA, em seguida, o que importa ao escolher o Protetor.
 
Os raios UVB, são parcialmente absorvidos pela camada de ozônio, por isso apresentam maior incidência durante o verão, principalmente, no período das 10h às 16h, em regiões de altitudes elevadas e próximas à linha do Equador (como o Brasil, por exemplo). Os raios UVB, por sua vez, provocam vermelhidão da pele (eritrema) e queimaduras. A superexposição a esses raios, além dessas complicações, também pode levar ao surgimento de sardas e manchas e até aumentar o risco de desenvolver câncer; sem esquecer dos prejuízos aos olhos, como catarata e cegueira.

 
Atualmente as pessoas vem se preocupando e perguntando se precisam repor a Vitamina D. Esta vitamina é muito importante para o bom funcionamento do nosso organismo. Leite, ovos, manteiga e peixes de agua fria, como salmão são ótimas fontes de Vit. D de origem animal, e cogumelos de origem vegetal, porém estes alimentos são responsáveis por apenas 10 % desta vitamina no nosso corpo. Os outros 90% são sintetizados no nosso organismo através da exposição ao sol.

Como moramos numa região cujas temperaturas no inverno são baixas e temos muitos dias nublados, tomamos pouco sol, pois cobrimos a maior parte do corpo e nas áreas expostas por recomendações médicas, aplicamos filtro solar.

 
Esta pergunta parece banal, mas deve ser feita a seu farmacêutico toda vez que formos adquirir um medicamento novo prescrito. A primeira orientação que devemos receber é em relação ao horário no qual deveremos ingerir ou aplicar o que nos foi indicado. Tem remédios que tem horários certos para serem consumidos, como por exemplo os antibióticos. Estes tem intervalos de horários certos para serem consumidos para que seus efeitos sejam efetivos. Importante também a quantidade de dias e doses a serem tomados para que haja a cura efetiva e para que não façamos resistência a estes antibióticos. Não interrompa a quantidade prescrita mesmo que já se sinta curada. Seu farmacêutico fará uma orientação de quais os melhores horários levando em conta refeições e noite.

 Outro exemplo é para quem tem osteoporose e precisa tomar Alendronato de Sódio. Este medicamento deve ser tomado em jejum, não deitar novamente após a sua ingestão, para que ele não se deposite no esôfago e somente se alimentar meia hora após sua ingestão. Ele também não pode ser ingerido com produtos que contenham cálcio e seus derivados, como leite, queijos, iogurtes, e demais. Os alimentos que contem cálcio inibem a ação do remédio. O mais interessante é que pessoas que tomam Alendronato, também tem prescrição de carbonato de cálcio. Cuidado, para ambos terem efeito devem ser ingeridos longe um do outro. Tem muitas pessoas que juntam todos os remédios a serem tomados e engolem todos juntos. Não faça isso sem saber se pode fazê-lo.

 
Olá queridos leitores. A começar com esta edição, este jornal terá esta coluna para aconselha-los sobre o uso de medicamentos. Muitas pessoas questionam o que faz uma farmácia de manipulação.

Este tipo de farmácia é também conhecida como farmácia Magistral (Magistral é sinônimo de: exemplar, perfeito, completo, notável, impecável, irrepreensível. Medicamento magistral, o que se prepara na farmácia mediante receita, em oposição ao medicamento oficial, que se vende preparado.) Seu diferencial é que ele é feito exclusivamente para quem o solicitou. É um medicamento personalizado.

Porque fazer um personalizado se podemos comprar pronto numa outra farmácia? Resposta: Por que as pessoas são diferentes. A mesma dosagem não pode ser administrada para uma pessoa adulta de 100kg e uma de 50 kg. Temos vários estudos confirmando que não devemos partir comprimidos devido as dosagens não ficarem corretas, e os medicamentos prontos nem sempre vem na concentração necessária aquela pessoa.